Verdades sobre o Trading

Uma das profissões mais questionáveis pela nossa sociedade, é  – sem dúvidas – a profissão do trader. A cada nova crise, os meios de comunicação se referem repetidamente aos traders como os principais culpados pelos problemas financeiros encontrados na sociedade. Arrogante e extremamente bem pago, este é o retrato do trader. Mas, como ele é realmente?

Embora a mídia algumas vezes tenha condenado corretamente o comportamento de alguns traders, a necessidade econômica desta carreira também foi defendida em várias ocasiões. Além dos debates e outros julgamentos, é interessante entender quem são os traders, e qual capacitação atualmente permite o acesso a esta profissão.

Vamos começar distinguindo duas categorias de traders: a primeira trabalha dentro de uma instituição financeira e a segunda é composta por indivíduos autônomos. 

O trader de uma instituição financeira

Antes dos anos 90, não havia um perfil típico para se tornar um trader. O crescimento dos mercados financeiros era tal que qualquer um poderia se tornar um trader sem que tivessem uma formação sólida. A procura de mão-de-obra era considerável, e os requisitos em termos de diplomas eram menos importantes do que são hoje, e os exemplos de traders que conseguiram chegar às salas de operações durante este período de ouro não faltam… Foi um “bom momento” e as coisas de lá para cá mudaram bastante!

A chegada de algoritmos no trading mudou o jogo!

A virada da tecnologia e informatização dos mercados impactou consideravelmente os negócios do trading. O surgimento de algoritmos e sistemas de negociação automatizados vem mudando a tipologia das pessoas recrutadas, e os negócios do trader gradualmente dão lugar a programadores.

De fato, as instituições financeiras estão agora procurando perfis de engenheiros ou graduados em matemática avançada capazes de programar algoritmos. Por isso, muitas vezes é necessário ser formado em escolas de engenharia ou universidades de prestígio, cujo mestrado em matemática é reconhecido. Os bancos também podem recorrer a graduados em química e/ou física, cujo conhecimento matemático avançado pode trabalhar em algoritmos financeiros.

É mais difícil para um estudante de uma escola de negócios se tornar um trader. Atenção, o fato de ser difícil não significa impossível. Uma boa escola de negócios continua sendo um ponto de entrada na profissão, mas uma atualização em conhecimentos de matemática certamente será necessária.

O trader independente

Tornar-se um trader autônomo é, à primeira vista, muito mais fácil. E, de fato, todos podem abrir uma conta em um intermediário financeiro com seu computador e alguns reais. Mas o mais difícil persiste! Ganhar dinheiro é uma coisa, ganhar o suficiente para viver é outra…

Formar-se em uma universidade prestigiosa não é garantia de sucesso e, de fato, muitos traders individuais são autodidatas. Seja rigoroso e perseverante, a experiência continua sendo a primeira vantagem de um trader. Esta atividade emocionante levará você a desenvolver seu senso estratégico e gerenciar melhor suas emoções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui